A simbologia das flores na tatuagem oriental

É muito comum a utilização de diversos tipos de flores na tatuagem, seja como desenho principal ou para fazendo parte da composição geral. A escolha do tipo de flor tem muito a ver com sua simbologia e significado, como por exemplo:

Cerejeira (Sakura)

Um dos símbolos do Japão e muito associada a primavera,  a cerejeira é uma flor muito popular na cultura oriental, tanto na história como na arte. Ela floresce somente  por poucas semanas. Como resultado da sua curta vida, passou a simbolizar todas as coisas transitórias e efêmeras da vida, bem como a beleza.Entre os yakuzas indica uma consciência de seu destino. Está associada também aos samurais e significa uma vida útil indeterminada, sendo o lema do Bushido. (Saiba mais sobre a história dos Samurai clicando aqui)

 

16938872_1409433042432108_1918578048747164846_n
Tatuagem por Toshio Shimada

 

Lótus

A flor de Lótus tem um significado importante na tradição budista. A flor é capaz de elevar-se acima da lama para florescer, o que representa um poder humano para superar as impurezas do mundo e alcançar a iluminação, ou até mesmo a capacidade de elevação do espírito.

De acordo com lendas, quando o príncipe Sidarta (que se tornou Buda) deu seus primeiros passos, de cada lugar tocado no solo nasceu uma lótus.

É comum ver representações de várias divindades budistas sentadas em flores de lótus quando estão meditando.

Também representam a superação já que surgem limpas no meio de águas lodosas, o que para a crença hindu significa o lema da beleza interior: “viver no mundo, sem se ligar com aquilo que o rodeia”.

Na tatuagem seu significado pode estar atrelado a alguma divindade ou mesmo ao conceito de superação.

12494885_1034534206588662_4426115659153374787_n
Tatuagem por Toshio Shimada

 

Crisântemo

De origem chinesa, o crisântemo foi levado ao Japão pelos budistas, onde se tornou um tradicional símbolo da casa imperial. A flor tem longa duração e é utilizada inclusive para fins medicinais. Representa firmeza, determinação, simplicidade, perfeição e dependendo da crença é vista como mediadora do céu e da terra – vida e morte.

É considerada a flor nacional do Japão e está relacionada com o outono, estação em que seu desabrochar é mais intenso.

Naturalmente sua cor é amarela, correspondendo ao significado de seu nome: “flor de ouro”, porém com os avanços da genética, hoje encontra-se crisântemos de diversas cores.

Por cobrir uma porção grande do corpo, os crisântemos são eficazes no preenchimento dos espaços entre o fundo e a imagem principal das tatuagens japonesas. As cores mais usadas são amarelo, vermelho, azul, lilás ou magenta.

12119010_995608817147868_3146253094843861661_n
Tatuagem por Toshio Shimada

Peônia

A peônia é originária da China, onde ela simboliza riqueza e boa sorte nos negócios. Estas características foram mantidas na cultura japonesa. No Japão, a peônia é considerada a “Rainha das Flores” por sua beleza única e sua associação com o jogo hanafuda. Este jogo representa bravura e ousadia. A cor avermelhada da peônia, relaciona-se com o sangue e o Sol vermelho com a bandeira do Japão.

Peônias são normalmente incluídas em representações de guerreiros ou animais como tigres, criando um contraste entre a fragilidade e o poder.

Também estão ligadas à cura, magia e proteção contra espíritos ruins.

 

Texto por  Rafael Lucente

 

 

Anúncios

Um comentário em “A simbologia das flores na tatuagem oriental

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s